martes, 29 de septiembre de 2009

Momento


La Resistencia no ha caído en la trampa de la desesperanza, de eso estoy seguro. Hay otra trampa más concreta que evita las grandes movilizaciones en estos últimos días: la que organizan juntos la comunidad internacional y el presidente del ejército empresarial Roberto Micheletti.


Hay una triste aceptación, sí, que todo lo que venga por delante será fraguado con nuestras propias manos, independientemente de lo que decida mover la maldita burocracia del "mundo libre" .

Ahora se inhala profundamente, se cierra los ojos y se decide.


Bajo nuestros pies: el cielo de Icaro.

1 comentario:

Penetralia dijo...

Oi, Fabrício.

Outro dia vi seu poema Kinshasha pela web, traduzido em português por Antõnio Martins.

O que mais me deixa triste é que somente fui descobrir você como poeta no meio dessa crise horrível em Honduras, que por fim acabou por ligar nossos países.

Por aqui as pessoas estão confusas, o povo não sabe o que é uma embaixada e a mídia diz que é tudo uma "bagunça", uma fria em que Lula pôs o Brasil, que Honduras é mera república de Bananas, que Zelaya é um chavista, está com as Farc e o narcotráfico...

Mas, como disse o peesedebista Jabor no Jornal da Globo há pouco, indignado e cheio de ódio (para o asno é golpe democrático, kkk), agora a esquerda e os progressistas do mundo se unem em torno de Lula, Zelaya, Chávez. Isso é bom.

Sabe, vindo aqui vivo, por empréstimo, o que meus pais viveram no tempo da ditadura militar do Brasil.

Abraços comovidos do Brasil.

Lúcio Jr.